• smt
  • Banner Lisragem Multas DO
  • PREMAR 2

Infraestrutura

05/06/2017 14:06

BA-884, entre Cairu e Nilo Peçanha, é recuperada

O turismo no baixo sul, o escoamento da produção, especialmente da pesca e da piaçava, e a locomoção entre os municípios está muito mais fácil pela BA-884, nos 21 quilômetros que ligam Cairu a Nilo Peçanha. O trecho de curvas perigosas que cortam manguezais e remanescentes de Mata Atlântica foi completamente recuperado, com investimentos de R$ 8,5 milhões, e entregue pelo governador Rui Costa, no sábado (3). Participaram da solenidade o senador Otto Alencar, o prefeito de Cairu, Fernando Brito, e outras autoridades, entre prefeitos da região e deputados. 

O governador destacou que, com a crise financeira, a arrecadação do Estado cai, e também a dos municípios. "O Estado deixou de receber R$ 1,8 bilhão nesses últimos dois anos. Essa estrada custou 8,5 milhões. Imaginem quantas estradas daria para fazer. Mas a gente vai organizando as finanças, estabelecendo prioridades e, por isso, eu trago hoje essa obra, que proporciona conforto e qualidade de vida para o povo. Semana que vem estaremos em Banzaê, inaugurando mais estradas". 

O trecho beneficia uma população de 117 mil pessoas e dá acesso ao terceiro polo turístico da Bahia, com localidades como Morro de São Paulo e Boipeba. André Magalhães é comerciante em Cairú e falou das facilidades que a estrada trouxe para quem mantém negócios no município. “Antigamente, as empresas de grande porte se negavam a fazer entregas aqui por causa das estradas da região. Hoje a gente escolhe a empresa que quer comprar. Acabou aquela dificuldade. Temos empresas e mais empresas entrando aqui, coisa que não tinha há dois anos’. 

O superintendente de Infraestrutura e Transportes da Bahia, Saulo Pontes, informou que a obra faz parte de um programa para, que até o final do governo, todos os 417 municípios baianos estejam interligados à malha rodoviária do estado por rodovias pavimentadas. "Hoje, completamos exatos 680 quilômetros de rodovias restauradas e construídas nos últimos dois anos. Somados aos 441 em andamento e em torno de 400 quilômetros em licitação, alcançamos a casa dos 1.500 quilômetros. Isso é um feito importante neste momento em que o País passar por uma grande crise financeira". 

Fonte: Secom

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.